Blog Dois Pernods

Deixa-me ser

Atualizado: 28 de Ago de 2019



Caetane-se que a vida é Chico! Bethânia-me que o amor é Roberto. Gadula-me que a calma é Lenine. Deixa-me Blues... Deixa-me Jazz... Deixa eu ser meio pop, rock e punk more or less... Leminsko-me sempre mesmo. Viniciu-me de vez em quando. E quando penso que estou Barroseando tudo, Eis que lembro de um Cartola! Daí pra frente A vida vira Cazuza, Vira Beth, Engenheiros E verdadeiros Titãs na Legião Urbana de um Paulinho da Viola. Fonseco-me no mistério. Gal cantou-me esse ano: O folclore chama Gil, Monteiro, Zilka e Maria Clara. Noll-me por enquanto. Carolina-me, Mazzela-me E Lucinda-me um pouco. Porque isso Pode até parecer poesia, Mas, na verdade, é puro encanto.

© Copyright, 2014 Oscar Calixto - Todos os Direitos Reservados.


#Vida #Poemas

0 visualização

© 2013 by Oscar Calixto

contato@oscarcalixto.com Rio de Janeiro BR

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube