top of page

Blog Dois Pernods

Noutro Tempo

Atualizado: 18 de fev. de 2019



Ora,

Quem pois se importa em ouvir a lua?

Quem ainda gosta de olhar estrelas,

Romper concreto?

No sonho, há mais amor que na realidade.

Há mais escuta, há mais entrega,

Mais paixões resolvidas e cheias de intensidade.


Noutro tempo,

Quero ser astro...

Um simples e mero astro.

Pra inspirar poetas, 

Ser número de estrelas contadas

E iluminar as noites de casais apaixonados.


Noutro tempo,

Quero ser silêncio...

O silêncio da escuta,

Momento onde se inclina versos,

Instante onde orações são derramadas,

Autoestrada de emoções projetadas.


Noutro tempo não quero ser nada.

Quero apenas a imparcialidade de um astro celeste,

Ou a sinfonia da emoção almejada

Por corações que à noite prometem

E, durante o dia, não dizem nada.


 


 
68 visualizações11 comentários

Posts recentes

Ver tudo

Números