Blog Dois Pernods

Amigos de verdade

Atualizado: 30 de Ago de 2019


Vinicius disse que a gente não faz amigos. Reconhece-os. E isso é a mais pura verdade. Para reconhecê-los, é preciso enxergar mais do que eles tem para mostrar e encontrar algum tipo de associação com o que o que você quer da vida. O nome disso é sinergia, ou empatia por identidade. Meus olhos, ouvidos e coração procuram muito mais que conhecidos, muito mais que simples conquistas ou coleções de amigos. Eles procuram pessoas onde possam aprender e descansar. Dos meus amigos não desejo nada material, nada do que possam me trazer ou oferecer como vantagem. Aliás, tenho horror a vantagens. Meu coração procura apenas a simplicidade de amigos na natureza das coisas, a verdade, a coerência, o companheirismo, o trabalho dedicado, o amor ao que fazem (seja lá o que for) e a consideração nos mínimos atos: quando brinca ou quando fala sério. Principalmente quando trabalha no que trabalho. Meus olhos, ouvidos e coração procuram amigos que também me escutem quando preciso falar e não que queiram somente serem ouvidos quando precisam desabafar. Vivemos tempos egoístas e um verdadeiro amigo tem que se importar com o outro tanto quanto se importa com suas próprias questões. É necessário uma via de mão dupla.

Os amigos que reconheço, graças a Deus, são verdadeiros. Os amigos que reconheço jamais me prejudicaram em nenhum sentido. Os que reconheço, reconhecem a vida e a importância do outro sobre todas as coisas, inclusive sobre a própria arte. Os que reconheço, reconhecem e sabem que a vida é algo tão maior que não há espaço para egoísmos, exercícios de vaidade, disputas, mesquinharias, ganância e outras atrocidades. Os que reconheço, tenho o prazer de dizer que podem contar comigo sempre. E sei que, com eles, eu também posso contar. Reconhecer verdadeiros amigos não é nada fácil. Porém, eles costumam dar sinais quando menos a gente espera. Conheço muitas pessoas pelo olhar, pelo jeito de se portar e independente de onde estejam. Descubro mais ainda quem verdadeiramente são essas pessoas quando trabalho com elas, mas só reconheço amigos quando eles, sem que tenham dito nada, agem com amor e respeito a nossa amizade em qualquer situação. Meus amigos; viver torna-se até mais fácil quando se tem amigos como vocês. Creio já ter deixado claro que podem contar comigo sempre. Para tudo, para o nada, para o que precisarem e para sempre. A amizade verdadeira é uma dádiva. Teimo em cuidar delas como quem cuida de uma joia rara.


Gratidão aos que considero. E estes, certamente, sabem que são e sempre serão meus amigos.


#Vida #Crônicas

0 visualização

© 2013 by Oscar Calixto

contato@oscarcalixto.com Rio de Janeiro BR

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube